COMPARTILHAR

O Gravatá (Bromelia pinguan),

pertence a família Bromeliaceae, também conhecido como Caraguatá e diversos outros nomes populares, é uma planta originária do cerrado brasileiro, tem distribuição abrangente aparecendo no norte do Pantanal, passando pelo Brasil Central, chegando ao litoral e descendo na Mata Atlântica até Santa Catarina.

Apresenta folhas longas e espinhosas, semelhantes as do abacaxi, e frutos de cor amarelada que podem ser consumidos de diferentes formas.

Suas folhas contem fibras que servem para a confecção de roupas, cintos e bolsas.

Frutifica em maio a agosto e sua frutas, ligeiramente aciduladas e com poucas fibras podem ser consumidas cruas, cozidas ou assadas, são boas para fazer sucos ou sorvetes, tendo sido importantes no passado na alimentação dos índios Bororó. Podem comer-se também seu rizoma, a inflorescência e o botão floral, geralmente crus ou cozidos.

Na medicina popular os frutos são usados em chás e xaropes contra problemas do aparelho respiratório como pneumonias, tosse e gripes.

Seu uso é seguro, mas crianças devem consumi-lo moderadamente.

Leslie Avila