Durante a nossa vida nos deparamos com situações em que nos sentimos usados, desrespeitados e traídos. Não é nada fácil superar essas decepções, mas a melhor coisa a fazer é perdoar.

Algumas pessoas se iludem achando que deixar o assunto de lado resolve o problema, mas enquanto houver ressentimento em nosso coração, estaremos emocionalmente e energeticamente presos a pessoa que nos ofendeu.

De acordo com a lei da atração, atraímos em nosso caminho pessoas e situações que estão em sintonia com nossa energia.  A mágoa que fica escondida em nosso coração vibra a nossa volta, e com o tempo, mais sofrimento será encaminhado em nossa vida.

Para praticar o perdão é preciso compreender que cada ser humano se encontra em um degrau do estágio evolutivo. Aquilo que é errado para você, pode ter sido o melhor a fazer na opinião de outra pessoa. Cada um tem seus valores, seus interesses e sua forma de ser.

Nós não temos o poder de mudar os outros. Mas, com boa vontade e sabedoria, podemos mudar a nós mesmos. Aceite o comportamento do outro, mesmo que você não concorde com o que ele faz. É isso mesmo, aceitar as pessoas como elas são, não significa concordar com elas!

Você não precisa retomar o mesmo tipo de relacionamento que tinha com a pessoa que lhe ofendeu no passado, mas no presente, o melhor a fazer é perdoar.

A decisão inteligente de praticar o perdão é um ato de auto amor, porque purifica nossa energia e nos libertar de conexões negativas.

Faça o melhor por si mesmo! Perdoe seus ofensores!

Por Gisela Campiglia – Voluntária do TEMS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe seu comentário.
Por favor, coloque seu nome aqui