Olá, meus amigos de jornada, como estão passando?

Espero que vcs estejam na busca de um mundo melhor, para que cada um de nós possa  fazer a diferença.

Hoje vou falar a respeito da adoção de animais domésticos, no caso cães e gatos.

Quando se decide adotar um Pet, é muito importante ter o local adequado para ele, assim como o local onde ele fará as necessidades, vasilhas para a água e a comida, sendo necessário serem separadas de onde é feito as necessidades, uma cama com cobertor e brinquedos para se distraírem.

Cabe lembrar que, animais que são adotados foram abandonados por seus   tutores naqual, por um ato de crueldade, descarta seu animal das piores maneiras e condições.

Além disso, são vítimas de maus tratos, não são alimentados e não recebem os cuidados como deveriam e, em muitos casos, estão doentes, precisando de cuidados, e são brutalmente retirados de seus lares e abandonados.

Ao serem abandonados, ainda buscam pelos seus tutores, ficam no local aguardando o retorno deles. Sentem medo, estresse, deprimem, passam fome, sede, dor, são expostos as piores crueldades dos ditos humanos e são hostilizados por outros animais que também foram abandonados!

Por vezes, são atropelados não sendo socorridos e tentam sobreviver da forma que podem ou são mortos…

O ser que se diz humano capaz de atos como esses, demonstra a total ausência de amor e compaixão desconhecendo por completo as Leis Divinas e sua Justiça.

Estes animais, mesmo com todo o sofrimento, são capazes de nos amar, nos alegrar, mudar nossa rotina para melhor, nossos hábitos, nos fazer passear e contemplar a vida, sermos melhores e, a cada dia, nos ensinam a viver o puro, o simples e o sincero.

Que nós todos possamos erguer esta bandeira do amor, do respeito e da caridade em prol destes seres que também são filhos do mesmo PAI.

Gratidão meus amigos!

Uma semana de bênçãos e luz à todos vocês!

 

Por Ely Maria Mussi
Bióloga/Psicanalista

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe seu comentário.
Por favor, coloque seu nome aqui