Hippolyte Léon Denizard Rivail, mais conhecido por seu pseudônimo como Allan Kardec, nasceu no dia 3 de outubro de 1804, na França. Foi educador, escritor e tradutor francês. É descendente de antigas famílias católicas de Lyon. Estudou na escola Pestalozzi, em Yverdum, Suíça. Formou-se pedagogo, em 1824, e a trabalhou na área da educação onde se dedicou profundamente até os seus 50 anos. Começou a se interessar pelos fenômenos espirituais que estavam causando grande exaltação na alta sociedade.

Em 1855, começou a ter contato com o mundo da espiritualidade, em um momento que a Europa começava a conhecer os fenômenos espirituais, por meio de grupos que se reuniram para realizar contato com os espíritos. Foi neste contexto que passou a aderir o pseudônimo “Allan Kardec”, nome que teria origem de encarnações passadas e a abrir mão de suas atividades profissionais educacionais para se dedicar inteiramente ao estudo de fenômenos da espiritualidade.

No ano de 1857, publicou “O Livro dos Espíritos” que apresenta uma teoria que definiu um novo destino para a humanidade e o Livro dos Médiuns (1861). Foi sucesso de vendas, e ocasionou a fundação da “Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas”, onde foi presidente até seus últimos dias. Outras associações também foram criadas posteriormente ao redor do mundo.

Foi escritor dos livros: O Evangelho Segundo o Espiritismo (1864), O Céu e o Inferno (1855), A Gênese (1868).

Entre os anos de 1855 e 1869, Kardec estabeleceu as bases da Codificação da Doutrina Espírita, no aspecto filosófico, científico e religioso. É fundador e dirigiu por muitos anos a Revista Espírita que dedica a defesa dos pontos de vista expostos no Livro dos Espíritos.

Desencarnou no dia 31 de março de 1869, em Paris, França, aos 65 anos, devido a um aneurisma. Em sua lápide está escrita a seguinte frase em francês – “Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sem cessar, tal é a lei”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe seu comentário.
Por favor, coloque seu nome aqui