O que é Atitude:

No dicionário Aurélio – Atitude é um impulso que nos leva a tomar uma decisão em momentos inesperados.

Segundo a psicologia, atitude é um comportamento habitual, que determina a vida de cada indivíduo. É uma norma de procedimento que leva o indivíduo a um determinado comportamento na concretização de uma intenção.

Partindo desses princípios, a atitude dá ao indivíduo a capacidade de avaliar uma determinada situação como favorável a ele ou não.

Eu elaborei uma forma simples de entendimento:- Uma situação inesperada surge num determinado momento. Essa situação vai gerar em nossa  mente um pensamento, esse pensamento vai gerar um sentimento, esse sentimento vai gerar um desejo, esse desejo vai gerar uma ação (atitude), essa ação vai gerar uma conseqüência. Dependendo da atitude percebe-se a consequência. Percebemos mais  quando as consequências geram dor e sofrimento.

Se diante da situação a atitude foi positiva a consequência vai ser favorável, mas se a atitude for negativa a consequência vai ser desfavorável. Por isso, é muito importante nesse momento buscar o equilíbrio mental e emocional diante do inesperado.

Agir impulsivamente, geralmente, gera-se  uma consequência que não será do nosso agrado. E, na maioria das vezes, precisaremos lidar com uma nova situação que criamos devido nossa ação em relação a situação que nos surpreendeu. Nada tem que ser feito sem pensar. Quando se pensa antes de agir é possível saber a consequência do ato e, assim, poder fazer a melhor escolha, sem agravar ainda mais o que de fato houve. Geralmente essas situações nos levam a nos posicionarmos diante das adversidades da vida. Como eu lido nessas situações? Mantenho a calma e me posiciono da melhor forma possível, ou já parto para  cima sem medir as consequências de meus atos?

Diante disso,  percebe-se  que o controle das emoções nesse momento é fundamental. A relação entre a atitude e o nosso comportamento mostrará se agimos da melhor maneira ou não em relação a situação deparada.

Isso ocorre com muita frequência em nosso cotidiano e, normalmente, agimos por impulso sem pensar e só percebemos que aquela atitude não foi legal devido as consequências geradas pela nossa atitude. Aí, ao invés de resolvermos o fato inesperado, arrumamos para nós uma outra situação para ser resolvida e, muitas vezes, o problema gerado depois é muito maior e desgastante do que a situação na qual nos deparamos no início.

Diante de uma atitude mal elaborada, vamos nos deparar com os sentimentos de culpa, desaprovação,  inconsequências, e outros sentimentos que nos deixarão apáticos diante do curso natural da vida.

Devemos pensar para falar e agir,  pois as nossas atitudes, diante do curso natural da vida dizem quem realmente somos. Se somos pessoas responsáveis, se sabemos arcar com as consequências geradas por nossos atos, ou se somos acostumados a transferir tudo que acontece conosco para os outros.

Já ouvi muitos relatos de pessoas que em suas vidas nada dava certo, que não tinham oportunidade de crescimento, de fazerem  sucesso, que ninguém reconhecia o que faziam. Mas, que depois da ajuda recebida através da psicoterapia se conscientizaram que só eles mesmos poderiam mudar isso.

Quando se deparar com situações parecidas a essas, sugiro fazer uma perguntinha a si mesmo… O que eu posso fazer para isso mudar? Você que lê isso, neste momento e diz, mudar, mudar o quê?

Mudar gera transtorno, gera caos, eu sei disso, mas são atitudes que o levarão à mudanças de comportamento no seu cotidiano. Uma coisa é preciso ser esclarecida, tudo o que acontece conosco somos nós os responsáveis. Não mudamos nada e nem ninguém. Só conseguiremos mudar a nós mesmos, e isso acontecerá se nos propusermos a isso. Só nós poderemos gerar essas mudanças que transformarão nossas vidas.

Só que assumir isso é muito difícil. É muito mais fácil transferirmos aos outros o nosso fracasso e a nossa derrota.

Vamos de uma vez por todas assumir que a nossa vida hoje, reflete nossas atitudes tomadas no passado. Como não se pode mudar o passado, porque não da para se voltar nas situações por nós vividas e que, se pudéssemos, mudaríamos muita coisa. Mas podemos mudar o presente,  pois é por novas atitudes no presente que o futuro será diferente do que está sendo vivido  hoje.

Agora, se nada fazer, nada vai mudar, nada vai acontecer, tudo vai continuar igualzinho… As mudanças serão geradas por novas atitudes que gerarão novos comportamentos que trarão novos resultados. Está pronto para fazer a mudança que sua vida pede?

Se não consegue sozinho é preciso buscar a ajuda de um profissional. Buscar ajuda de um profissional é assumir para si mesmo uma nova atitude em busca de novos desafios, de superação, de vencer seus medos que te sabotam o tempo todo, não permitindo você alcançar o seu objetivo de vida.

Qual é o seu objetivo de vida? O que realmente você deseja?  Demorou para conseguir as respostas?

Se sim, realmente você precisa ser ajudado para alcançar o que desejas. Lembre-se só você pode fazer por você. Ninguém pode fazer no seu lugar o que tem que ser feito por você. Atitudes são necessárias para que tudo que não está do nosso agrado seja mudado. Você se sente preparado para dar esse passo tão importante na sua vida?

Nossas atitudes dizem quem realmente somos diante do curso natural da vida. A maioria das pessoas vivem o que os outros impõem a elas, o que a sociedade impõe ou o que as crenças adquiridas as impõem.

Neste momento quero levá-lo a reflexão:- Você realmente vive o que você quer ou vive copiando a vida de outras pessoas? Ou o que a mídia dita como o melhor?

Nem sempre o melhor dos outros é o nosso melhor. Quero que você descubra o seu melhor. Qual é o mundo que te faz bem? O mundo das diferenças? Das indiferenças? Da igualdades ou da desigualdades?

O mundo que você descobre não é igual ao de ninguém. O que  importa de fato é você se sentir bem em seu mundo, faça o melhor por você e para aqueles que estão a sua volta.

As atitudes nos levam a refletir o que de fato queremos para a nossa vida. Profissionalmente falando, quero aqui fazer um parênteses… Para edificarmos um mundo melhor não podemos agir e nem pensar egoisticamente. Por quê isso? Porque não vivemos num mundo só nosso. Neste mundo no qual todos nós habitamos, chamado planeta Terra, somos todos iguais.

Não estou falando somente de igualdade como irmãos que habitam a mesma casa, filhos do mesmo pai, independente de profissão, etnia, cor, poder aquisitivo. Falo de igualdade  como cidadãos,  pois todos nós somos filhos da terra e do nosso Criador. Diante disso, temos um compromisso um com o outro.

Nossas atitudes também se refletirão ao meio em que estamos inseridos. Exemplificando: Se estamos atravessando um momento de falta de chuvas e, com isso, falta de água em muitos lugares, que atitude teremos que ter em relação a água? Desperdiçá-la seria o correto neste momento ou avaliar nossas atitudes em relação ao nosso consumo da água em nossas casas?

É muito importante sabermos que dependendo de nossas atitudes estaremos lesando não só a nós mesmos como também a outras pessoas. Sempre que lesamos alguém, estaremos transgredindo as leis naturais que regem o universo. E essas consequências serão muito mais danosas, pois estaremos envolvendo o meio que estamos inseridos.

Eu digo sempre: antes de qualquer atitude a ser tomada é preciso verificar se é bom para mim e para os outros, ou se boa para mim e neutra aos outros ou, até mesmo, boa para mim e prejudicial aos outros. Se for prejudicial aos outros, necessito alterar ou desistir dessa ação.

É de suma importância avaliar as consequências antes de agir. Nossas atitudes não devem ser prejudiciais a nós e nem aos outros. Se chegarmos  a conclusão que podemos lesar o outro, o melhor é agir de maneira diferente do que continuar e pagar pra ver. Se fizer estará agindo fora das leis naturais e aí as consequências serão prejudicais a você também.

Quer ver outro exemplo: -“Você está com problemas financeiros e recorre ao banco, efetivando um empréstimo pessoal. Aceitou as normas desse empréstimo, taxa de juros, e tudo mais para a efetivação do mesmo. Taxa de juros, mesmo estando acima do que você desejava e, mesmo assim, você assumiu essa dívida para com o banco”. Tudo bem… O dinheiro emprestado pelo banco resolveu seu problema financeiro naquele momento, você já não sofre mais pelo que antes te afligia. Você vai pagando o banco mês a mês, conforme o combinado.

Com o  passar do  tempo você decide deixar de pagar (atitude), porque achou  que o banco estava ganhando muito acima do valor emprestado; em resultado disso, depois de algum tempo, seu nome vai para a lista dos mal pagadores. Mas, para ficar de bem com você, você diz – “eu não vou mais pagar essa dívida, daqui uns anos meu nome sairá dessa lista”. Isso é correto ou não?

Agora vamos ver de um outro ângulo. Você tem um dinheiro na poupança e um amigo vem te pedir um dinheiro emprestado. E você, por gostar muito desse amigo, faz o empréstimo;  tira o dinheiro da poupança e o empresta por um juro mais alto do que o da poupança sendo que o amigo concorda que seja dessa forma. Esse amigo vem pagando você conforme o combinado até que um belo dia ele para de te pagar. Qual seria sua reação diante disso? Como é ficar do outro lado de devedor para credor? Seria justo isso? Qual é  a diferença dever ao banco ou ficar sem receber de quem te deve?

Precisamos tomar muito cuidado com nossas atitudes, quando lesamos uma instituição, uma pessoa. Não importa quais são as atitudes que nos levam a transgredir o combinado, isso é um desvio de caráter.

Levar vantagem não é uma atitude saudável. Lesar alguém também não. Antes de cometer deslizes achando tudo natural e normal, faça a seguinte perguntinha:- Eu gostaria que alguém agisse assim para comigo? Como eu me sentiria?

Hoje, parece tudo normal. Trair ficou normal, roubar ficou normal, dever e não pagar ficou normal,  levar vantagem ficou normal.., mas até quando isso tudo parecerá normal? Até quando eu vou fazer porque o outro faz?

Vou continuar jogando lixo na rua porque todo mundo joga? Jogar lixo na rua também ficou normal. Só deixa de ser normal, quando os bueiros entopem, a enchente vem e inunda muitos lugares. Será que o lixo jogado na rua diariamente não contribui para que muitas das enchentes ocorrem? Cadê os valores, a ética, os princípios de um verdadeiro cidadão?

Esses exemplos são muito comuns na vida de muitas pessoas. Tem muitos que respeitam e vivem de acordo com os valores éticos e procuram não lesar ninguém. Mas infelizmente nos deparamos e muito com situações parecidas com as citadas aqui.

Essas atitudes egoístas, deixam sempre alguém prejudicado. E quando ferimos alguém, não podemos esquecer do mal que causamos. Seja de que ordem for, não importa.

Se não gostamos de ser traídos, não podemos trair. Se não gostamos de ser passados para trás, não podemos fazer o mesmo aos outros.

Agora, se você é uma dessas pessoas, eu te sugiro fazer uma reflexão sobre essa sua atitude e sobre a sua vida nesse momento.

Como está a sua vida neste momento? Está tudo dando certo na sua vida? Você tem uma família maravilhosa que te ama e te acolhe? Você é uma pessoa próspera financeiramente e também em sua saúde? Tudo está certinho em sua vida?

Atendi várias pessoas que nada dava certo na vida delas, então eu fiz a seguinte pergunta: Você já lesou alguém? As pessoas responderam chorando sim…muitas… Sugeri a elas que dessem um passo na direção de solucionar isso; e como elas poderiam com novas atitudes, reparar o mal cometido.

Não importa como e quando iam conseguir sanar suas dívidas para com elas. Mas, que nesse momento, a atitude saudável era reparar as atitudes desfavoráveis do passado para que a vida voltasse ao fluxo natural de prosperidade, saúde e paz interior.

Sanar dívidas financeiras é muito mais fácil quando se quer resolver essas pendências. As pessoas credoras vão facilitar e você vai conseguir, mesmo que seja a longo prazo.

Mas e quando as dívidas para com o outro forem emocionais? Será que resolver essas pendencias que deixaram marcas profundas na alma, são fáceis de se resolverem? O que você acha? O que será necessário aqui?

Recomeçar para acertar. Os que conseguiram engolir o orgulho, os que conseguiram se perdoar pelas atitudes impensadas e se dispuseram a repará-las, principalmente consigo mesmos,  conseguiram modificar suas vidas no aqui e agora.

Somente com novas  atitudes em assumir para si mesmo, o que não foi legal da sua parte, já é um grande passo a seu favor. Quando conseguimos enxergar nossos erros, não mais queremos cometê-los.

É isso que importa, se corrigir agora. Isso não é fazer nenhum julgamento, isso é nos levar a reflexão das nossas atitudes na atual circunstância de nossa vida. Não vamos olhar a nossa volta e querer fazer o que o outro faz e fazer também.

Temos que ouvir a nossa consciência e o nosso coração; porque ouvir o nosso coração?  Porque não devemos transgredir o que sentimos de fato. Esse sentimento tem que ser favorável e não desfavorável a você. Quando esse sentimento for desfavorável, é preciso tomar cuidados antes de agir.

Diante de todas as atitudes aplicadas por nós, em nosso cotidiano, se refletem na nossa condição de vida hoje. Temos que ter sabedoria e controle emocional em fazer nossas escolhas diante da situação a qual nos deparamos nessas atuais circunstâncias de nossas vidas.

Uma coisa é certa e efetiva, se não mudarmos nossa maneira de ver e agir, tudo continuará igual e se não estamos satisfeitos, precisamos mudar nossas atitudes no curso natural da vida.

É muito simples viver, nós é que complicamos o nosso dia a dia. Somos abençoados com uma página de vida em branco todos os dias e continuamos a escrever nessas páginas as mesmas coisas, não estamos satisfeitos, mas não movemos nada no nosso dia para que seja diferente.

Convido você, a partir deste momento, decidir que atitudes terá no novo amanhecer, pois quando você acorda todos os dias e recebe um novo dia como uma página em branco, onde poderá decidir e determinar, planejar como será esse dia que está começando…

Comece  determinando como você quer seu dia. Que tal começar o dia agradecendo pela vida, por tudo que tens, pela sua família, seu trabalho, sua saúde e tudo mais que vier na sua mente que seja saudável.

A energia do agradecimento contínua gerará novas energias favoráveis a você. Essa seria uma nova atitude. Acha muito difícil gerar a energia de gratidão, atitude essa saudável que lhe proporcionará uma paz que talvez jamais tenha sentido.

Que tal pagar para ver. Faça e comprovará o contrário da reclamação e lamentação pelo qual está insatisfeito. Você é do tipo que reclama do trabalho, do chefe, do marido ou esposa, da comida, enfim o que reclama de tudo por estar insatisfeito com a sua vida?

Que tal mudar essa atitude e passar a  agradecer pelo trabalho, pelo chefe, pelo marido ou esposa e por estar satisfeito pela vida até aqui?

Talvez você esteja pensando nesse momento “que maluquice é essa? Eu, agradecer por algo que não estou satisfeito?”. Se não gostou da opção que te dei, que tal tomar uma atitude a seu favor, parar de andar na sua contramão? Ouvir a sua verdade, ouvir o que a sua alma almeja, qual seria a sua vocação verdadeira, a sua paixão por algo e transformar isso na sua profissão e conquistar o seu sustento por algo que gosta e acreditar que isso possa lhe fornecer o que de fato necessita?

Quando fazemos as coisas por obrigação, isso torna-se um fardo enorme. Fardo esse que gera  insatisfações, e faz com que nos tornamos intransigentes com tudo em nossa vida.

Que tal descobrir o que de fato te realiza como ser humano? Não se importando com a opinião alheia, mas sim ouvir a voz de seu coração e dar esse passo na construção de novas atitudes a seu favor, sem causar nenhum dano ao ambiente e as pessoas que estão no seu meio.

Sei que não é um passo fácil, mas lanço aqui um desafio te levará as novas conquistas e realizações, trazendo para si atitudes satisfatórias, e os resultados serão de alegria e paz em seu coração. Sensação de dever cumprido consigo mesmo. Já sentiu isso alguma vez? Se sentiu, vai admitir que é muito bom, e se não sentiu ainda,  está aí uma oportunidade de busca de sentir de fato como é bom! Essas novas conquistas, por ter se permitido se lançar as novas atitudes, contrárias do que se aplicava anteriormente.

Para te ajudar a enfrentar esse novo desafio em sua vida, que é mudar suas atitudes nas situações, sugiro que você faça uma lista de seus desejos, no mínimo dez desejos. Depois da lista ser elaborada, enumerar os desejos dos fáceis para os mais difíceis de serem alcançados. Estando a lista nessa ordem, você vai lê-los e programar suas ações em relação de como alcançar cada um deles.

Se conseguir, visualize cada um deles sendo alcançado. Tire cinco minutos do seu dia para isso.  Isso já será uma nova atitude em busca de alcançar os desejos que, talvez lhe pareciam inatingíveis. Talvez você agora esteja dizendo a si mesmo: “mas, isso é muito trabalhoso…quando terei tempo para isso?”.

Olha, eu nunca vi alguém alcançar seus objetivos ficando parado, ou apenas desejando que simplesmente aconteça. Só se conquista algo movendo uma ação para que isso ocorra. Nada cai do céu, nada acontece se nada fizer. Para tudo que se quer, requer atitudes, disciplina, organização, planejamento, ação e tem que se comprometer para que se alcance o que de fato se quer. E lembre-se sempre que quando decidirmos por algo, estaremos descartando outro.

E, continuando, depois do planejamento feito para cada desejo, e sabendo quais ações o levará a efetivação de cada um, agora é só dar início a conquista de cada um.

Seja sincero e honesto consigo mesmo, e comece pelos desejos de curto prazo, depois os de médios prazo e, finalmente, os de longo prazo para que não desista. Como por exemplo: – meu desejo é comprar um carro. Qual é o modelo e marca desse carro? Qual é o valor desse carro? Que atitudes terei para adquirir esse e carro… em dois, três anos? Vou fazer uma economia e poupar uma quantia mensal para que eu consiga ter esse carro ou vou assumir um consórcio? Isso não importa. O que de fato importa é se mover na direção de como obter esse carro.

Para que isso aconteça, é preciso ter algumas atitudes que te levarão a conquistar esse carro que tanto é desejado e determinar para si um prazo. Se programe para atingir seus objetivos e desejos mudando de atitudes. Tome ciência de que tudo dependerá exclusivamente de você, do seu esforço, de sua dedicação. Nada acontecerá se nada fizer. Tudo acontecerá se tudo fizer na direção do que desejas alcançar.

Você pode estar se perguntando agora, “como posso começar?”. Comece pelas coisas mais fáceis e que você acredita que são possíveis. Se acreditar no seu potencial e capacidade, com toda certeza, atingirá seus objetivos. Lembre-se que é necessário ter foco, disciplina, desejo, organização e empenho. Sem força de vontade e sem direção, nada acontecerá. Na trajetória de vida de qualquer pessoa, não é possível vencer sem um sacrifício pessoal.

Tudo na vida precisa de um propósito, um desejo, uma ação, dedicação para que, com isso, possamos transformar nossas vidas.

Faça do seu novo dia um dia diferente, mais proveitoso, satisfatório, o dia do dever cumprido, o dia de novas conquistas, o dia de superação.

Eu tenho um lema comigo e agora divido com vocês. Hoje melhor que ontem, porém amanhã melhor que hoje. E, assim, esse lema me leva a aderir a novas atitudes que me levam a me tornar melhor a cada dia.

Eu agora convido você a repensar sobre sua vida. Como escolher suas novas atitudes a partir desse momento? Espero aqui ter conseguido levar ao seu coração a compreensão de que de fato nossas atitudes ditam quem somos. E nos conduzem ao caminhar pela vida para que possamos torná-la muito mais prazerosa.

Com novas atitudes favoráveis, podemos vencer o orgulho, a vaidade, o egoísmo e expressar sem medo, o que de fato sentimos e desejamos, sem ferir, sem ofender, conquistar o perdão e se libertar das culpas, se desapegar do passado. Escolher viver com alegria no coração!

 

Teresa Lapaz Baldo Rizo

Psicóloga-CRP76538

www.psicologateresalapaz.com

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe seu comentário.
Por favor, coloque seu nome aqui