Ao longo dos milhares de anos, esse tema vem sendo tratado de forma diferente para cada religião e a ciência. Pode-se considerar reencarnação o ato de voltar para o plano terrestre mais de uma vez, ou seja, a pessoa morre e nasce várias vezes e a alma não tem um estágio final, proporcionando conhecimento e auxiliando o espírito a evoluir.

Esse conceito é estudado desde a época do Antigo Egito, quando se acreditava na existência da vida após vida. Eles preparavam as mastabas (túmulos egípcios onde eram sepultados os faraós ou nobres importantes) para quando chegasse o dia de seu desencarne, levassem todas as riquezas que tiveram em vida, para o pós morte. Muitos egípcios se voluntariavam para ficar junto aos seus faraós em seus túmulos, chegando a vida eterna onde poderiam usufruir de todas as riquezas que haviam levado consigo.

Devido o aumento da população ao longo dos anos, acredita-se que 87% da população terrestre está tendo a sua primeira reencarnação. Porém, não é possível colocar em números os espíritos reencarnantes neste plano, devido o número ser bem maior que este. Os espíritos vêm de outras constelações para ter a experiência da reencarnação, angariando conhecimentos para sua alma conseguindo, assim, evoluir.

Atualmente podemos encontrar seis religiões que acreditam na reencarnação:

– Budismo: Entendem a reencarnação como um renascimento, ou seja, após a morte o espírito volta para outros corpos, sendo homem ou animal até o momento que o espírito se liberta de seus carmas;

– Hinduísmo: Acredita-se que a alma está diretamente associada à Terra por pensamentos, atitudes e palavras. Com o desencarne, acontece a transmigração (a alma passa para o corpo de outro ser, humano ou animal, dependendo de seu karma). Acreditam também que a reencarnação pode explicar coisas que a ciência não explica;

– Judaísmo: A fé judaica é baseada na reencarnação. Entende-se que a alma pode voltar várias vezes para o plano terrestre para cumprir as Leis da Torá. Além disso, cada alma deve cumprir uma missão específica. Caso não consiga, a alma deve retornar e cumprir. Também acreditam em reencarnações como forma de punição, reparando alguma falha de uma vida anterior;

– Umbanda: Acredita-se que a reencarnação é a base de um processo evolutivo e que a matéria é um dos caminhos para essa evolução. É importante ressaltar que a umbanda sofre influências de diversas outras religiões e, como não possuí um “livro sagrado” pode-se encontrar diferentes vertentes;

– Candomblé: Entende-se a morte como o fim de um ciclo no Áiyé (Terra). Após o desencarne, o espírito é conduzido ao Órun (céu), e os espíritos que não cumpriram seu destino terão que realizar a Átúnwa (reencarnação);

– Espiritismo: Mesmo não sendo uma religião, é considerada uma oportunidade divina para que as pessoas possam se redimir de seus erros, a atingindo sua evolução. Cada um reencarna em país, família, religião, cultura, tradições, dependendo da sintonia que a frequência do pensamento do espírito esteja.

Reencarnação X Ressurreição

A ressurreição é o ato de se reviver, ressuscitar, ressurgir em um mesmo corpo, após o Juízo Final, onde todos os mortos irão ressuscitar e terão como o Céu ou o Inferno como destino, assim como é ensinado na Bíblia Sagrada. Enquanto a reencarnação é o ato de se nascer de novo, após se passar um tempo no plano espiritual, adquirindo conhecimentos desse mundo e trazendo para o plano terrestre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe seu comentário.
Por favor, coloque seu nome aqui