Os Vasos Canópicos também podem ser conhecidos como Vasos Canópos. Eram utilizados para guardar os órgãos retirados dos mortos, durante as mumificações, no Antigo Egito. Esse processo era realizado, pois os egípcios acreditavam que assim asseguravam uma vida no pós-morte.

O nome Canópo é devido ao nome de uma cidade que se localizava na região do Delta do Nilo, perto da atual cidade de Alexandria e de um piloto de Menelau que teria sido enterrado nesta cidade. Foi considerado uma divindade e o representavam como um vaso com a cabeça de humano. Os primeiros egiptólogos denominaram que todos os vasos que encontrassem e que tivessem forma humana, teriam o nome de Canópo.

Cada um dos vasos representam os filhos de Hórus: Imseti, Hapi, Duamutef e Kebehsenuef. Os antigos egípcios acreditavam que esses deuses iriam proteger cada órgão colocado no vaso. Eram colocados nos túmulos junto aos corpos mumificados.

Para o Cerimonial Egípcio e o Ritual da Fortuna, realizado durante todo o mês de agosto no TEMS, foram trazidos cinco vasos pela espiritualidade e são utilizados para que cada um possa olhar o que está dentro de si, fazendo com que as pessoas trabalhem o sentimento e a força espiritual que cada um vai ter para poder vencer e trabalhar essa energia.

O primeiro vaso trazido foi do HOMEM:

O corpo humano é como um dínamo e precisa trabalhar a energia até o final, usando toda a potência e a capacidade que o ser humano tem para poder aflorar. É importante saber os momentos certos para se resolver isso, tudo o que envolve relacionamentos, tanto profissionais quanto os pessoais.

O óleo do vaso canópico homem, é indicado passar na “Nuca”, pois ele auxilia no sistema nervoso, no equilíbrio e na estabilidade do corpo humano.

O segundo vaso trazido foi do FALCÃO:

O falcão é a representação do olho que tudo vê, o “olho de Hórus”. Acredita-se que sua visão é tão poderosa que seria o único animal capaz de fixar o sol. Considerado o deus do céu, é um símbolo da realeza divina e era o protetor do faraó reinante.

O óleo do vaso canópico falcão, é indicado passar na “Fronte”, pois ele auxilia a trabalhar a visão e o planejamento do futuro.

O terceiro vaso trazido foi do CHACAL:

O chacal é a representação do deus Anúbis. Esse deus fazia a condução das almas para o julgamento final, após o desencarnado ter passado por diversas provas que mostraria se ele realmente merecia ser bem-recebido no pós-morte e, caso o contrário, seria devorado por um terrível monstro. Anúbis era o guardião dos túmulos e patrono do embalsamento.

O óleo do vaso canópico chacal, é indicado passar no “Timo”, pois ele auxilia a assimilar conhecimentos e no discernimento em decisões.

O quarto vaso trazido foi do BABUÍNO:

O babuíno é a representação do deus Toth. Considerado o deus da escrita e a divindade que revelou aos homens todas as disciplinas intelectuais como a aritmética, ciências e a magia. era ele quem anotava tudo o que acontecia durante o julgamento no pós-morte. Além disso, por ser o deus mais sábio, seria invocado pelo desencarnado para ser seu defensor (advogado), durante o julgamento final.

O óleo do vaso canópico babuíno, é indicado passar no “Umbilical”, pois ele auxilia a trabalhar a segurança emocional.

O quinto vaso trazido foi do FELINO:

O felino é a representação de Bastet. Considerada a deusa da fertilidade e de mulheres grávidas, também tinha o poder sobre os eclipses solares. Os egípcios tinham grande veneração em gatos, pois acreditavam que eram a reencarnação dessa deusa, por isso eram sagrados. Consideravam-na protetora de doenças e dos maus espíritos.

O óleo do vaso canópico felino, é indicado passar no “Coronário e Cardíaco”, pois ele auxilia nas conexões espirituais, fé, fortalecimento da alma e crença na vida após a morte.

Não se esqueça que é necessário passar em um dos atendimentos espirituais ciganos, oferecidos pelo TEMS para saber qual vaso canópico você deverá utilizar durante o ritual do mês de agosto.

Participe do Cerimonial Egípcio que será realizado no dia 3 de agosto, ao pôr-do-sol, no TEMS. Mais informações entre em contato em nossa Central de Informações no WhatsApp (11) 9 4125-0385.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe seu comentário.
Por favor, coloque seu nome aqui